As primeiras edições das obras de Osman Lins são:

- O visitante, romance,
Rio, José Olympio, 1955.

- Os gestos, contos,
Rio, José Olympio, 1957.

- O fiel e a pedra, romance,
Rio, Civilização Brasileira, 1961.

- Marinheiro de primeira viagem, literatura de viagem,
Rio, Civilização Brasileira, 1963.

- Lisbela e o Prisioneiro, teatro,
Rio, Letras e Artes, 1964.

- Nove, novena, narrativas,
São Paulo, Martins, 1966.

- Um mundo estagnado, ensaio, Recife,
Imprensa Universitária, 1966.

- Capa-Verde e o Natal, teatro infantil,
São Paulo, Comissão Estadual de Teatro, 1967.

- Guerra do “Cansa-Cavalo, teatro,
Petrópolis, Vozes, 1967.

- Guerra sem testemunhas- o escritor, sua condição e a realidade social,
ensaio, São Paulo, Martins, 1969.

- Avalovara, romance,
São Paulo, Melhoramentos, 1973.

- Santa, automóvel e o soldado,
teatro, São Paulo, Duas Cidades, 1975.

- Lima Barreto e o espaço romanesco,
ensaio, São Paulo, Ática,1976.

- A rainha dos cárceres da Grécia,
romance, São Paulo, Melhoramentos, 1976.

- Do ideal e da glória. Problemas inculturais brasileiros,
coletânea de artigos e ensaios, São Paulo, Summus, 1977.

- La Paz existe?, literatura de viagem,
em parceria com Julieta de Godoy Ladeira,
São Paulo, Summus, 1977.

- O diabo na noite de Natal, literatura infantil,
São Pioneira, 1977.

- Missa do Galo-Variações sobre o mesmo tema,
organização e participação, São Paulo, Summus, 1977.

- Casos especiais de Osman Lins,
novelas adaptadas para televisão e levadas ao ar pela T.V. Globo,
São Paulo, Summus, 1978.

- Evangelho na taba. Problemas inculturais brasileiros II, coletânea de artigos,
ensaios e entrevistas, com apresentação de Julieta de Godoy Ladeira, São Paulo, Summus, 1979.

- “Domingo de Páscoa”, novela, último texto escrito por Osman Lins, em 1978.
Publicado pela primeira vez no Brasil, na Revista de Literatura Travessia,
da Universidade Federal de Santa Catarina, n.33, dezembro de 1996, p.120-131.